• Facebook Page: 141150569282013
  • Twitter: ifscchapeco
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Home
Banner
Programa Mulheres Sim trabalha com grupo de mulheres no Presídio Regional de Chapecó PDF Imprimir E-mail
Seg, 14 de Agosto de 2017 14:48

Iniciou na semana passada o Programa Mulheres Sim, realizado pelo Câmpus Chapecó do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Nesta edição, o projeto é voltado para mulheres em situação de privação de liberdade. As aulas são realizadas nas quintas-feiras e sábados, no Presídio Regional de Chapecó.


Durante a aula inaugural, na última quinta-feira (10), parte da equipe de trabalho apresentou o IFSC, o Câmpus Chapecó e o Programa Mulheres Sim para o público-alvo do projeto. As alunas também participaram de uma dinâmica com imagens que buscava a apresentação e a integração entre o grupo.


Ao longo de cinco meses, as mulheres participarão do curso "Educação e Gênero", como também de um ciclo de palestras e oficinas e ainda da Mostra “Autonomia e Geração de Renda".


A coordenadora do projeto, a professora de Sociologia Sabrina Rosa Paz, explica que o projeto busca a promoção da inclusão da mulher nas dimensões educacional, econômica, social e cultural. Sabrina escolheu este público pois tem experiência de ensino e pesquisa na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: violência, família em grupos populares e aprisionamento feminino.


Ao todo, estão envolvidos nas atividades do curso oito professores e três técnicos-administrativos, entre eles a Coordenadora de Extensão do Câmpus Chapecó, Tatieli Lui Meneghini, que é a coordenadora do evento. Dois alunos estão envolvidos como bolsistas, Luis Henrique Matana Fortes (bolsista) e Maria Fernanda Ghisi (bolsista voluntária).


Outras edições


O Câmpus Chapecó do IFSC participou das edições 2015 e 2016 do Programa Mulheres Sim. No ano de 2015, o curso Geração e Renda atendeu mulheres em vulnerabilidade social, oriundas de comunidades do entorno do câmpus, com baixo índice de desenvolvimento humano. No mesmo ano houve a segunda chamada para oferta do curso Inserção Cultural e Profissional de Imigrantes Refugiadas, tendo como público-alvo as imigrantes Haitianas recém estabelecidas na cidade de Chapecó.


Já no ano de 2016, o Programa Mulheres Sim ofertou o curso Geração de Renda, Tecnologia e Valorização do Trabalho Feminino destinado às mulheres indígenas da etnia Kaingang, da Aldeia Kondá, em Chapecó.



---

Por Comunicação Câmpus Chapecó

 

Acesso Intranet

Usuário:
Senha:
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.