• Facebook Page: 141150569282013
  • Twitter: ifscchapeco

Guia de Cursos

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Home
Consup aprova oferta de sete novos cursos PDF Imprimir E-mail
Qua, 25 de Abril de 2018 18:02

O Conselho Superior do IFSC (Consup), órgão deliberativo máximo da instituição, aprovou na reunião de segunda, 23 de abril, a criação de sete novos cursos técnicos e de especialização nos câmpus Criciúma, Florianópolis (incluindo um a distância, que vai atender também a Chapecó, Caçador e Joinville), São Lourenço do Oeste, Tubarão e Urupema. Todos os cursos devem ter processos seletivos ainda em 2018. Eleição de representantes para órgãos colegiados e reorganização dos institutos federais em Santa Catarina também foram pontos de pauta.

 

O Câmpus Chapecó será contemplado com uma das especializações aprovadas no Câmpus Florianópolis: a de Gestão em Saúde, que vai funcionar na modalidade a distância. As 100 vagas serão divididas em quatro polos (25 vagas para cada). Além de Chapecó, haverão vagas em Caçador, Florianópolis e Joinville. Os encontros presenciais serão quinzenais, à noite. O curso vai ter 18 meses de duração e carga horária de 420 horas, das quais 60 serão destinadas à elaboração do trabalho de conclusão. Os processos seletivos vão ser por análise de documentos, sem periodicidade definida (conforme demanda).


A outra especialização aprovada para o Câmpus Florianópolis é presencial: a de Mercados e Comercialização de Energia Elétrica, que vai abrir 18 vagas e funcionar com aulas à noite. O curso vai ter 18 meses de duração, totalizando 450 horas, das quais 90 serão para elaboração do trabalho de conclusão. O método de seleção ainda vai ser definido, e os processos seletivos vão ocorrer conforme demanda, sem uma periodicidade estabelecida.


No Câmpus Criciúma, a novidade é o curso técnico concomitante em Meio Ambiente. Com 40 vagas abertas a cada dois anos, o curso vai ter aulas no período noturno e duração de quatro semestres, totalizando 1.200 horas. O processo de ingresso vai ser por sorteio.


Câmpus São Lourenço do Oeste também terá novo curso. O Consup autorizou a oferta do técnico concomitante em Informática para a Internet, utilizando o projeto pedagógico do curso de mesmo nome oferecido pelo Câmpus Lages. As aulas serão à tarde, durante quatro semestres, totalizando 1.200 horas. Os processos seletivos vão ocorrer uma vez por ano, por sorteio, com a abertura de 40 vagas.


Outra autorização de oferta, usando o projeto pedagógico de um curso oferecido pelo Câmpus Caçador, foi a do técnico subsequente em Administração para o Câmpus Tubarão. As aulas serão em dois períodos (tarde e noite), durante três semestres, totalizando 1.000 horas. Será feito um processo seletivo por ano, por sorteio, com a abertura de 40 vagas.

No Câmpus Urupema, serão dois cursos novos. Um deles é de nível técnico, o concomitante em Viticultura e Enologia, com duração de quatro semestres (1.200 horas) e aulas à tarde. Os processos seletivos serão por sorteio e realizados a cada dois anos.


O outro curso aprovado para Urupema foi a especialização em Tecnologia de Bebidas Alcoólicas, que vai ter duração de 22 meses e carga horária de 440 horas (60 para o trabalho de conclusão). Serão abertas 20 vagas a cada processo seletivo, que vai ocorrer por meio de análise de documentos e conforme demanda, sem periodicidade definida.


Ainda na reunião de 23 de abril, o Consup rejeitou propostas de criação de três cursos - Engenharia Têxtil (Câmpus Araranguá) e as especializações em Teorias e Metodologia da Educação Básica e Profissional (Câmpus Chapecó) e em Práticas Educativas na Educação Básica (Cerfead) – e aprovou a extinção do curso técnico integrado em Agroindústria do Câmpus São Miguel do Oeste, que foi substituído pelo técnico integrado em Alimentos.


Consup, CPA, CDP e Copadin


Nos próximos meses, servidores e estudantes do IFSC vão escolher novos representantes para dois órgãos colegiados: o Consup e a Comissão Própria de Avaliação (CPA). Na proposta aprovada pelo Conselho Superior, a organização dos processos de escolha será feita por uma comissão eleitoral central formada por um servidor técnico-administrativo e um docente de cada uma das unidades da Grande Florianópolis (Reitoria e câmpus Florianópolis, Florianópolis-Continente, Palhoça e São José), além de um representante da CPA e outro dos estudantes. Haverá também comissões eleitorais locais nos câmpus, compostas por um servidor de cada segmento e um aluno.


O Consup aprovou também a prorrogação de um ano nos mandatos dos atuais representantes eleitos para a Comissão Interna de Supervisão (CIS) e da Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD), que, juntas, compõem o Colegiado de Desenvolvimento de Pessoas (CDP) do IFSC. O objetivo é adequar os mandatos à legislação, que determina três anos para a CIS, fato que não foi observado no último edital de eleições.


Por fim, foram aprovados no Consup os dois novos representantes dos estudantes no Comitê Permanente de Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional (Copadin) que, por regulamento interno do comitê, devem ser do Conselho Superior. Os escolhidos foram Clóvis Kuhn (titular) e Edemilson da Silva (suplente).


Reorganização dos institutos federais


Um dos pontos de pauta do Consup em 23 de abril foi uma proposta de reorganização dos câmpus dos dois institutos federais de Santa Catarina – o IFSC e o Instituto Federal Catarinense (IFC) -, que foi tema de reunião das reitoras das duas instituições com representantes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec) em 9 de abril.


A reitora do IFSC e presidente do Consup, Maria Clara Kaschny Schneider, explicou que a ideia apresentada pela Setec foi de dividir os câmpus dos dois institutos federais no sentido leste-oeste, ficando o IFSC com os câmpus das cidades mais próximas ao litoral e o IFC, com as unidades das regiões serrana e oeste do estado. Esse processo, no entanto, ainda não está em andamento, de acordo com a reitora, que se posicionou contrária a fazer qualquer mudança sem antes discutir com as comunidades das duas instituições.


Representante das organizações de trabalhadores no Consup, o conselheiro Paulo Henrique Oliveira Porto de Amorim, da Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas), que pediu a inclusão desse ponto de pauta na reunião, ficou responsável por redigir uma carta com posicionamento do conselho sobre o tema.


RDP e novos representantes


Tomaram posse na reunião de 23 de abril dois novos integrantes suplentes do Consup: José Eli Santos dos Santos, reitor do Rio Grande do Sul (IFRS), é o novo representante do Ministério da Educação (MEC) no conselho e Walter Vicente Gomes Filho passa a representar a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc).


Outro trabalho do Conselho Superior foi a continuidade da atualização do Regulamento Didático-Pedagógico (RDP) do IFSC, que foi ponto de pauta pela quinta reunião seguida. Os conselheiros estão aprovando alterações pela ordem de artigos e, dada a extensão do documento (186 artigos, dos quais 113 foram analisados até a reunião de 23 de abril), devem continuar esse trabalho na próxima reunião.


Assista a gravação da reunião no canal da IFSC TV no YouTube.

 

--

Por Coordenadoria de Jornalismo do IFSC

 

Acesso Intranet

Usuário:
Senha:
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.