• Facebook Page: 141150569282013
  • Twitter: ifscchapeco
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Home
Banner
Enfermeira debate a Violência Obstétrica com alunos e servidores no Câmpus Chapecó PDF Imprimir E-mail
Sex, 24 de Março de 2017 09:52

Uma em cada quatro gestantes sofre com a violência obstétrica. Mas o que é esta violência? O tema vem gerando discussões e reflexões. De maneira geral, expressa desde a negligência na assistência, discriminação social, violência verbal (tratamento grosseiro, ameaças, reprimendas, gritos, humilhação intencional) e violência física.


As informações e explicações são da enfermeira e professora Joice Moreira Schmalfuss*, que palestrou no Câmpus Chapecó do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), na tarde de sexta-feira (24).


Joice iniciou a fala com uma abordagem histórica em relação à gestação, parto e nascimento, mostrando que os avanços que ocorreram na Medicina, além de contribuírem para a mudança de cenário da parturição, também influenciaram para o surgimento deste tipo de violência. Ainda, conceituou a violência obstétrica e mostrou dados de alguns estudos e publicações.


A lei nº 17.097, aprovada em Santa Catarina neste ano, é um primeiro passo para o conhecimento e a prevenção. Esta lei detalha os tipos de violência contra a gestante, como “tratar a mulher de forma grosseira, não empática, grosseira, zombeteira; recriminar a gestante por gritar, chorar ou ter dúvidas; não ouvir as queixas da mulher”.


Outros tipos ainda englobam “fazer a gestante acreditar que precisa de uma cesariana quando não é necessário” e “impedir que seja acompanhada por alguém de sua preferência durante o trabalho de parto”.


“Creio que a melhor forma de prevenção deste agravo seja a informação de qualidade e baseada em evidências científicas. Como forma de impedir atos violentos contra as gestantes, temos a lei nº 17.097, porém, é preciso que a população, bem como os profissionais de saúde que presenciarem algum tipo de violência obstétrica, denunciem”, acredita Joice.

 

 

*Joice Moreira Schmalfuss é enfermeira, especialista em Enfermagem Obstétrica. Mestre em Enfermagem, atualmente é docente do curso de Enfermagem na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Câmpus Chapecó (SC) e doutoranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó/SC (Unochapecó).


---

Por Rafaela Menin / Jornalista IFSC

 

Acesso Intranet

Usuário:
Senha:
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.